La Catrina de Los Toletes, o significado na Cultura Popular Mexicana

A Catrina de Los Toletes sempre é representada pelo esqueleto de uma dama da alta sociedade do início do século passado e tem a função de lembrar que diante da morte não existem diferenças sociais. É portanto uma lição de humildade e igualdade.

A festa do Dia de los muertos do México é anterior a figura de Catrina e até mesmo ao dia de finados católico. Esta é na verdade uma celebração de origem indígena em honra aos defuntos que hoje em dia se comemora no dia 02 de novembro. As festividades eram presididas pela deusa Mictecacíhuatl, conhecida como a “Dama da Morte”. A figura da dama da alta sociedade surgiu de gravura La Calavera de la Catrina do artista mexicano José Guadalupe Posada (*1852- +1913).

A palavra catrina é a variante feminina da palavra catrín, que significa homem de bom gosto e fantástico senso estético, mas que não necessariamente pertencia à nobreza, o cavalheiro perfeito, é um homem culto que escolhe viver a vida de maneira leviana e superficial.

Esta festa diferente das tradições de finados católicas é um dia de alegria e celebração, recordações positivas do legado dos que por aqui já passaram, é um ensinamento de que devemos conviver com a morte como parte da vida e comemorar a paz de espírito dos que já desencarnaram.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: